domingo, 6 de dezembro de 2009

Kit Left Revolution

Decorridos mais de 2 meses sem "dar as caras" neste espaço requintado, venho, pois, fazer jus à ausência com um vídeo pra lá de divertido, alfinetando aqueles típicos calouros, ingênuos e inconsequentes (pleonasmo), que ao ingressarem na faculdade são logo seduzidos e cooptados, na maioria das vezes, por discusos desgastados, retóricos e levianos de um pessoal pseudo-inflamado pelas tais "causas" político-sociais depauperantes.

Por acaso alguém aqui já presenciou esse cenário? Ou pior, já se viram em tal situação?

Não que isso seja a regra, convém deixar claro, há muitas faculdade que de fato exercem um papel de exemplo e inspirador, trabalhando coletivamente em prol da comunidade e da assistência solidária...

... Entretanto (e sempre surge um entretanto no meio do caminho), no mais das vezes o que se sucede é o reverso, fato que fomenta e alavanca a alienação espúria e barata da nação adolescente.

Acompanhem agora, portanto, a paródia feita por alunos da Faculdade de Comunicação da UFRGS. Admirem a genialidade e adquiram o kit hoje mesmo deixando-nos um comentário :)

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Ética Já - Fora Sarney

Caros colegas,

Reconhecidamente ando bem ausente deste espaço. Peço minhas gentis desculpas. Porém, não poderia deixar de sinalizar um acontecimento muito plausível que se sucederá amanhã, 03/10, às 14h, no vão do MASP. Faço votos para que, de alguma forma, essa medida desperte a atenção e atice a consciência crítica-política dos indivíduos que ainda insistem em 'dar de ombros' para com assuntos tão relevantes da ordem nacional.

Pois bem, abaixo segue o convite para o evento, bem como tratei por ilustrar meu comentário encaminhado à Folha de São Paulo. Compareçam, manifestem-se e engajem-se nesse movimento, afinal é uma manifestação popular. Obs: mas não fiquem condicionados apenas à ocorrência de eventos do tipo para expressar suas atitudes, opiniões e problematizações acerca de conteúdos valorativos tão caros. Ou seja, não deixe para refletir sobre a ética na política, por exemplo, somente em situações extremas e severas, sob o risco do tempo contaminar a visão mais viva, séria e abrangente.


"Em função dos recentes acontecimentos vislumbrados na política brasileira, principalmente no que se refere ao Presidente do Senado Federal José Sarney, o Movimento Ética Já, organizado por vários Centros Acadêmicos do Estado de São Paulo e pela sociedade civil, irá promover neste Sábado (03 de outubro de 2009), às 14h, a "Passeata Fora Sarney - SP", do vão do MASP (na Av. Paulista) à Praça da Sé.

A mobilização tem o intuito de demonstrar a insatisfação, a descrença e a indignação da sociedade acerca de um homem público que está na política e se perpetua no poder há pelo menos cinquenta anos. Alguém que se utiliza de acordos políticos a fim de resguardar interesses individuais, desrespeitando o bem público e preservando a desonestidade que assombra a Casa Legislativa mais alta do nosso país - o Senado Federal.

O Movimento Ética Já, a partir deste episódio, pretende promover importantes discussões políticas a fim de contribuir para o contínuo amadurecimento da democracia no Brasil e a fim de assegurar aquilo que deve, primordialmente, constituir o âmago de qualquer homem político: a Ética.

Contamos com o apoio de todos,

Centro Acadêmico "22 de Agosto"(Direito-PUC-SP), Centro Acadêmico "XI de Agosto" (Direito USP-SP), Grêmio Politécnico (Escola Politécnica USP-SP), Diretório Acadêmico "13 de Setembro"(Direito- FMU), Centro Acadêmico "Oswaldo Cruz" (Medicina USP-SP)".

- Comentário ao jornal: "Os ilustres presidentes de duas entidades estudantis das mais nobres de São Paulo resumiram com propriedade nesta Folha o panorama que se vislumbra na atual conjuntura nacional em se tratando da apatia política. Daí que descaso, leniência, resignação e comodismo são sintomas que afloram entre a maior parte da sociedade civil nessa matéria.

Entretanto, urge revertemos tal desconforto político-social e um passo importante para tanto é a participação consciente na mobilização que se sucederá hoje na Av. Paulista. O “Fora Sarney” representa um símbolo, sobretudo do descontentamento para com os ‘figurões’ do alto-escalão que não se lixam para a opinião pública e se perpetuam no poder de modo desprezível".

Seguindo as bandeiras do movimento, “a aceitação da desonestidade na vida política é o maior dos males que a sociedade pode fazer a si mesma”.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Diretamente do Congresso

Bem-vindos, nobres colegas!

Está uma verdadeira piada pronta nosso (?) Congresso Nacional. Basta mencionar o nome da referida casa que já sinto um misto de revolta, vergonha e desdém. Tudo isso temperado com o mais podre ingrediente da safadeza e sem-vergonhice.

As máscaras estão demorando para cair, mas um dia isto irá ocorrer, por maior que seja o compadrio e o acobertamento tacanho que alguns de nossos notórios representantes insistem em fazer. O odor fétido já causa náuseas. Não há como disfarçar. Cortemos os bigodes sujos!


Expressando a "voz popular", eis a atual definição para Congresso Nacional: "se gradear vira zoológico, se murar vira presídio, se cobrir com lona vira circo, se botar lanterna vermelha vira puteiro e se der a descarga não sobra ninguém."

Descarregada um pouca da cólera, segue abaixo, para um digno gran-finale, alguns ditos populares na mais pura e refinada linguagem jurídica, vulgo juridiquês. Deliciem-se! Como reza a máxima: Somente rindo para não chorar!
Provocação: Poderiam alguns desses ditos ser usados contra os políticos brasileiros?


DITADOS POPULARES EM LINGUAGEM JURÍDICA

*A fêmea ruminante deslocou-se para terreno sáfaro e alagadiço. *(A vaca foi para o brejo)

*Desejo veementemente que V.Sa. receba contribuições inusitadas em vossa cavidade retal. *(Vá tomar no cú)

*Desejo veementemente que V.Sa. performe fornicação na imagem de sua própria pessoa. *(Vá se fuder)

*Creio que V.Sa. apresenta comportamento galhofeiro perante a situação aqui exposta. *(Você tá de sacanagem)

*Prosopopéia flácida para acalentar bovinos. *(Conversa mole pra boi dormir)

*Romper a face. *(Quebrar a cara)
*Creditar um primata. *(Pagar um mico)

*Inflar o volume da bolsa escrotal. *(Encher o saco)

*Impulsionar a extremidade do membro inferior contra a região glútea de outrem. *(Dar um pé na bunda)

*Derrubar, com a extremidade do membro inferior, o suporte sustentáculo de uma das unidades de acampamento. *(Chutar o pau da barraca)

*Deglutir um batráquio. *(Engolir um sapo)

*Colocar o prolongamento caudal em meio aos membros inferiores. *(Meter o rabo entre as pernas)

*Derrubar com intenções mortais. *(Cair matando)
*Eximir de qualquer tipo de sorte. *(Azarar)

*Aplicar a contravenção do Senhor João, este deficiente físico desprovido de um dos membros superiores. *(Dar uma de João sem braço)

*Sequer considerar a utilização de um longo pedaço de madeira. *(Nem a pau)

*Sequer considerando a possibilidade da fêmea bovina expirar fortescontrações laringo-bucais . *(Nem que a vaca tussa)

*Sequer considerando a utilização de instrumentos metálicos. *(Nem ferrando)

*Derramar água pelo chão através do tombamento violento e premeditado de seu recipiente. *(Chutar o balde)

*O orifício circular conjugado, localizado na parte ínfero-lombar da região glútea de um individuo em avançado estado etílico, deixa de estar em consonância com os ditames referentes ao direito individual de propriedade. *(CU DE BÊBADO NÃO TEM DONO!)

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Frenesi

Que rujam os tambores e soem os sinos, seus desocupados produtivos... Chegou o momento de comoção popular, o parabéns pra você, a derradeira pergunta do padre, a cereja do bolo, enfim, é a hora da revelação sobre o paradeiro do Michael Jackson... Depois dessa imagem retumbante, dar-se-á por decretado algo nunca antes visto na história deste planeta.

Sem mais suspense, com vocês agora, o flagra do mais recente santo canonizado, para o deleite dos 'macaulay culkins' dispersos pelo mundo do Neverland.


Obs: A partir do próximo post, pretendo iniciar uma nova forma de abordagem neste blog. Explicando: Colocarei uma série de contos, poemas, textos, enfim, alguns rascunhos (?) de minha (des)autoria, em tiras ou em partes, como diria o Jack... ridículo, fato, mas não me segurei.

Farei isso de maneira leve e descontraída, recheando as palavras com imagens sugestivas e inusitadas, tornando assim a leitura um pouco mais agradável e dinâmica. Bom, tentarei isso... Se vou conseguir, só quem poderá me dizer serão os refinados críticos que circulam por este espaço.

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Pitadas de humor

Para trazer um riso (forçado) a este ambiente, seguem dois dedos de prosa bem humorada. Além disso, seguindo esse senso de humor rasteiro, homenageio os torcedores do Cruzeiro, time este que deixou a Libertadores escapar diante dos nossos muy amigos argentinos do Estudiantes.

E estejam preparados para o próximo post, pois nossos enviados especiais, diretamente de Nerverland ou coisa do tipo, flagraram uma imagem “thrilling” que encerra o mistério que envolve a figura do “King of Pop”. É siniXtro! Buemba, Buemba, Buemba.


1 - Poema Aranhado

Se você...Começa o dia sem cafeína, nicotina ou tranqüilizantes;

Come, dia após dia, a mesma comida sem se queixar;

Entende que água é a melhor coisa para lhe matar a sede;

É capaz de ficar indiferente diante da alta do dólar e da inflação;

É capaz de compreender quando todos estão muito ocupados para te atender;

Aceita a crítica;

Acalma sua tensão sem precisar de auxílio médico;

Tem pique para passar noites em claro, numa boa;

Dorme tranqüilamente a qualquer hora, em qualquer lugar;

Relaxa ao final do dia;

Desfruta da carícia de uma mão querida em tua cabeça;

Então, é quase certo que você é......

o cachorro da casa!

2 -Relação entre 54 e 18

Um professor de matemática envia para sua esposa um fax com a seguinte mensagem:"Querida esposa, sei que compreendes que agora tens 54 anos e que eu tenho certas necessidades que já não podes satisfazer.Sou feliz contigo, como minha esposa e, sinceramente, espero que não te sintas magoada ou ofendida ao saber que quando estiveres lendo este fax, estarei no Motel com minha secretaria, que tem 18 anos.

Mas não te preocupes, que chegarei em casa antes da meia-noite."

Quando o cara chega em casa, vindo do motel, encontra o seguinte bilhete da esposa:"Querido marido, obrigada pelo aviso. Aproveito a oportunidade para lembrar-te que tu também tens 54 anos.

Ao mesmo tempo, te comunico que, quando estiveres lendo esta carta, estarei no Motel com meu professor de tênis, que também tem 18 anos.Como és um matemático, poderás compreender facilmente que estamos nas mesmas circunstâncias, mas com uma pequena diferença: 18 cabe mais vezes em 54, do que 54 em 18...

Portanto, não me espere, porque vou chegar só amanhã! ^^

E agora, camaradas, finalmente, a tão aguardada homenagem aos torcedores da raposa (corro o risco de ser abominado e perder a clientela? hahaha...). Ressalva: Apenas reproduzo o que me chegou em mãos. Não sou atleticano nem nada disso.


- Viagem pra Dubai..... ESTUDIANTES PAGA MEIAAAA!!!!

- Não fique tristesssss... dias melhores VERONNNN!!!

- Pra ganhar libertadores... ESTUDI.. ANTES!!!!!

- Camisa oficial do cúzero = R$180 com Master Card. Ver Final da libertadores Cúzero X Estudiantes = R$ 80 com Master Card. Ver Jogo entre Cúzero X Barcelona = SÓ NO PLAYSTATION!!!!

- Mineirão, maior estacionamento do mundo: Cabem 2 GOLS e 65 mil BESTAS!!!!

- CADÊ O TRI???? TRIIIII??? EU RIIIIIIIIIII!!!!

- CHORAAA CRUZEIRO FUDIDOO SEM TRADIÇÃO...LIBERTADORESSSS SÓ ILUSÃO!!!!

- DuBYE????????? BYEBYE!!!

- CUzeiro e Michael Jackson: Vendem ingresso... prometem show... e MORREM EM CASA!!!

- CHOOOORAAA, não vou ligarrrrrrrrrr.....O CHORO É LIVRE!!!!!!

- EI, VOCÊ AI, AVISA O BARCELONA QUE O CRUGAYRO FICA AQUI !!!!! :P

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Twittermania: O que você está fazendo?

Respeitáveis twitternautas que nunca tiram férias do (sub)mundo virtual, um "twoi" pra vocês :)

Muito bem, conforme o prometido, comentarei bem de leve a respeito do novo fenômeno da internet (não, não é o Ronaldo, nem o Michael Jackson, calma!), identificado pela figura de um passarinho azul meigo e pimpão. Se não gostarem de passarinho, tem uma baleia lá também. Ou seja, tem pra todos os gostos nesse zoológico da web! hahaha.


Bom, mas sem dúvidas, o twitter é uma febre. Uma moléstia contagiosa. Em tempos de gripe suína, a pandemia twitter vence a batalha com muita folga. Deixa a gripinha do porco a ver navios... Poderia dizer que vivenciamos a era da "twitternóia". Se isso é bom ou ruim, não há consenso. Mas vejo com bons olhos esse novo mecanismo de interação. Dinâmico, simples e direto! Sinto um novo aroma no ar.


Para quem ainda não está ciente, o que acho muito difícil, resumidamente, o twitter é uma página (maluca) na qual várias pessoas (com síndrome da pequenez, talvez, rará!) acessam e compartilham informações, fazem propagandas das mais diversas, fofocas, chantagens etc. e tal, "se exibindo" umas às outras em no máximo 140 caracteres. E indispensável dizer: "Twitter is not a chat". Para maiores detalhes, 0 tutorial que segue é bem bacaninha e explica bem esse tal twitter: http://novoemfolha.folha.sites.uol.com.br/blog/twitter/


Uma definição mais calibrada do que venha a ser essa "nova arte de comunicar sucintamente", fica por conta de Jack Dorsey, personagem fictício creditado como fundador do Twitter. Diz a figura: "O Twitter foi criado para que egocêntricos desocupados pudessem compartilhar seus pensamentos mais cretinos e banais com qualquer pessoa patética o suficiente para lê-los." Porém, Dorsey ficou visivelmente confuso e chocado ao descobrir que "sua rede social estava sendo usada para disseminar informações pertinentes e oportunas durante o recente alvoroço civil no Irã". Paradoxo!?


Ora, pelo pouco que trouxe até aqui, já deu pra sentir o clima e o ambiente um tanto quanto polêmico, mágico e exótico, regado a palpitações bem temperadas, que se passa nessa rede social. Diariamente, o número de pesssoas - curiosas - que aderem ao twitter cresce de forma assustadora. Detalhe: Cidadãos do meio político estão de utilizando desse ferramental para disseminar os feitos de seus partidos, bem como "vazar informações" antes privilegiadas à grande Mídia. Enfim, o furo do jornal se modernizou e agora passa a ser os posts no twitter. Além disso, a tendência de eventos serem acompanhados de perto, via twitter, também está na moda. Por exemplo, o SPFW foi acompanhado por uma leva de gente, bem como a FLIP vêm sendo acompanhada de igual forma pelos followers do evento.

# Alguns críticos pontuam que o twitter é a evolução dos blogs, uma versão mais refinada, funcionando como um cartão de visitas, sendo aquele melhor que este. Acredito que ambos possuem seus prós e contras, entretanto, o twitter é, como se diz, uma "mão na roda", ou melhor, o tempero que faltava, já que em poucas palavras podemos ficar a par do que bomba, do que é assunto. Logo, cai por terra aquela tese de que "tamanho é documento", pelo menos para a esfera virtual, já que o twitter, em palavras comprimidas, bem a conta-gotas, transmite (muitas vezes) o essencial, sem encher linguiça como é praxe em muitos blogs, sem contar a atualização quase que constante (vício!) dessa nova rede #



Temos que ficar alertas, contudo, no que diz respeito aos avatares suspeitos que habitam esse espaço coletivo, pois muitos se passam por famosos/celebridades para tirar uma casquinha. São os já conhecidos fakes, que abundam no orkut, e agora migram pra este novo nicho. Para se ter uma ideia, há uma fauna bem eclética que se simpatizou com o twitter, desde Marcelo Tas, Rodrigo Santoro, Roberto Justus e Gisele Bündchen até Barack Obama, Amy Winehouse, John Mayer e Shaquille O' Neal. Acho isso interessante, sério!

Por quê? Reparem: meio que, de maneira inconsciente e inconsequente, nós, cidadãos e internautas comuns e ordinários, passamos a nos sentir parte daqueles que seguimos. É como se tivéssemos a agenda desses "midiáticos" à disposição,como num passo a passo da celebridade que estamos seguindo. Mais concretamente, por exemplo, podemos acompanhar de perto Chico Buarque, Millôr Fernandes e Arnold Schwarznegger... Onde mais conseguiríamos tal façanha? Tudo isso sem sermos 'barrados' por brucutus de seguranças. Ah, só um lamento: Estranhamente, os 'pop' do twitter apenas e tão somente se comunicam entre si, sendo difícil voltarem a setinha do mouse para o seu desprezível perfil... Patética atitude, mas essa é a vida real (?).



Ah, e um outro ponto curioso para terminar: Recentemente, vislumbrou-se a possibilidade de fazer do twitter um espaço para a literatura. Isso mesmo, camaradas, seria a chamada "twitteratura". Muitos corajosos já se aventuram nessa missão (leia-se Marcelino Freire, por exemplo), a de escrever microcontos ou até sintetizar obras gigantescas em meros 140 dígitos. Impossível? Não acho... Mas que perde a graça, ah, isso podemos concordar (em termos, pois às vezes o 'processo de emagrecer' que a obra enfrenta fica até mais divertido que a obra original, não? Experimentem!)

Olha, agora passo o cardápio para os srs. Se tiverem interesse, degustem dessa febre azul à vontade. Não vou meter o bedelho, nem a colher. É um risco que correm sem responsabilidade desta Casa. Eita, mas sabe que eu também resolvi topar o desafio e tô correndo o risco (medo!). Quem quiser me seguir, basta procurar por @guimissali. Vou twittar, pois ninguém é de ferro!

segunda-feira, 22 de junho de 2009

2ª parte Absolut

Minhas requentadas saudações, twitteiros!

Opa, acho que troquei as bolas (por querer). É que essa febre do twitter está pegando geral. Sabe, gente, agora é chique ter twitter. "Dá status, é tão bom!" Sei lá, podemos ter a ilusão de que interagimos com diversas (pseudo) celebridades ao acompanhar (follow) os posts de alguns seres midiáticos que querem parecer moderninhos, antenados. Já perceberam isso?

Aviso: Dificilmente eles irão dar um feedback para a sua inexistente pessoa, mas a diversão, embora possa soar um tanto quanto artificial e piegas, ainda é garantida. Pelo menos para este chef que doura a pílula naquele universo cool da high society. Bah!

Bom, mas para ser sincero, este post não foi pensado para comentar sobre o twitter. Farei isso com louvor no post seguinte. Ou seja, uma estratégia para deixar estes internautas esfomeados com gostinho de quero mais. Desta vez o propósito da escrita é outro. Não pensem que me esqueci da 2ª parte a respeito dos trajes surreais da queridinha Absolut.

Sendo assim, é mais do que tempo de fazê-lo, pois se não o fizer, corro o inevitável risco de a freguesia abandonar as mesas desta aprazível casa, alegando ser este chef desatento para com os pedidos e promessas do menu. Portanto, vamos ao que interessa... obs: Não percam o próximo twitterpost, mesmo! E com vocês, na passarela >>



segunda-feira, 1 de junho de 2009

Maisa, Susan Boyle e a revelação!

Saudações, camaradas!

Reconheço: Este espaço ficou ao léu. Fato! O que fazer para me redimir? Bom, que tal uma fenomenal comparação entre duas estrelas da atualidade? Aqui valem aquelas máximas: carinha de um, fucinho de outro; o antes e o depois; a evolução da espécie; qualquer semelhança [não] é mera coincidência, e por aí vai...


Como notarão abaixo, de um lado, para a alegria do homem do Baú e de sua peruca saltitante, a mutante mais menina que a televisão brasileira já viu, Maisa. De outro, a caloura mais chiclete vencido e sem sabor que nossos ouvidos tiveram que aturar, Susan Boyle. Enjoy!


(comentário interno): Não sabia que a Susan Boyle tinha uma "herdeira" no Brasil...

Depois dessa bizarrice, segue agora uma imagem captada pelas lentes deste fotógrafo amador quando da ida da careca mais famosa da TV brasileira à faculdade de Direito do Largo de São Francisco, Marcelo Tas. Imagem capturada de uma perspectiva panorâmica a fim de gerar o efeito “onde está Wally”, entendendo por Wally, a careca reluzente à la ilustra móveis do Don Corleone do CQC! Obs. triste: câmera in memorian.




Ah, pessoal, não me esqueci da 2ª parte das propagandas Absolut. Estão sensacionais! Até lá, porém, aguardem saboreando uma russa, ops!? [ato falho], um destilado russo. Cheers!

Obs2: Sobre a Susan Boyle, já que mencionamos o álcool, creio que ela toma(ou) muitos scotchs pra ficar com a voz tão "melódica". Logo, uma suposição virtual: Será que nossa garotinha andróide não sofreu e ainda sofre dos efeitos da "marvada" por conviver com uma "mãe" tão ébria? Aposto que ela dava à "filha", todas as noites, uma garrafa daquele mascotinho com espada e chapéu ao invés de Toddyinho. Talvez é por esse motivo que Maisa não faz múúú.

Eureka: Isso pode explicar a traquinagem, o comportamento peralta de Maisa, ou melhor, "daquela que não deve ser nomeada". Pronto! Revelei o segredo guardado a sete chaves pelo Baú da Tentação =) O que será de mim agora? Desculpe, Silvio. Não vai me assustar! Não sou "ela" mas também choro =P

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Absolut em trajes - 1ª cena

Opa, gente boa, hoje este blog enveredará por horizontes alegres e divertidos. A arte da publicidade e propaganda tomará conta deste espaço, mas claro, uma publicidade com pitadas de descontração, como reza a cartilha do blog.

E como não poderia deixar de ser, elegemos ela, a representante imaculada da Suécia, a queridinha dos alcoólicos de plantão, a imperatriz leopoldinense das baladas, a supra-sumo das vodkas com sabor, a deliciosa Absolut.



Olha, as propagandas da Absolut são fenomenais... Vale à pena conferi-las. Uma mais genial que a outra. Aplausos para seus elaboradores. Contesto! Aplausos para quem fundou a marca do destilado, pois se assim não o fosse, não haveria tais peças publicitárias. Protesto! Reveneração suprapapal para quem "produziu" a vodka! hehehe..


Então, deixando o terrorismo bebum de lado, vamos ao que interessa. Com vocês, os anúncios subliminares que nos levam a “matar” garrafas e depois sofrer de amnésia instantânea. Obs: Como são 16 propagandas, estas virão em duas partes.

*AVISO: Este blog não serve de pretexto para beber, nem pretende fomentar o vício. Longe disso. Álcool é coisa do demo. Tin-tin =P








quinta-feira, 9 de abril de 2009

Põe na tela, mano!

Alô, amigos da Rede Globo... Ops!? Vou tentar de novo: Alô, você... Aiai... Acho que ando assistindo a televisão demais.



Prova disso é o que se sucedeu na noite do dia, 07/04. Confesso que não sou dos mais assíduos telespc, entretanto, em virtude da semana santa e da emenda feita pela USP, faculdade laica, mas muito católica para feriados, aponte-se (detalhe: nem a PUC estendeu a semana), a tele-tela revelou-se uma descoberta surpreendente para este blogueiro tão autista para com o universo televisivo...

Ao mesmo tempo, por volta das 22h30, ocorria a final do BBB9 da Rede Globo, bem como era exibido o programa Superpop, na RedeTV (apresentado pela Luciana Gimenez, só para destacar). Convenhamos: Estava difícil de sintonizar o 'menos pior', mas eis que, de repente e não mais que de repente, ambas as atrações, por incrível que pareça, se tornam convidativas. Logo, passo a sofrer de um complexo simultâneo e suicida... Queria dividir a tela ao meio, ligar duas TVs e com um olho e um ouvido mirar para uma telinha, e com o outro olho e ouvido para a outra... Entretanto, essa diversão em fatias não estava ao alcance dos meus poderes paranormais.




Daí que o jeito foi mesmo apelar para o velho método de troca de canais durante os intervalos, ou quando o assunto estivesse enfadonho... Muita gente iria me dizer para desligar a TV e ler um livro que eu ganharia mais. Porém, resisti bravamente! Mantive a compostura, zapeei entre os canais e quando me tomei de sorriso no rosto, pude compreender que havia assistido às duas atrações, na medida do possível e da minha condição de ser apenas uma pessoa sem poderes sobrenaturais [até onde sei] =P

# Enfim, sobre o BBB9 não tenho muita coisa a dizer, já que por estar na 9ª edição, o programa ficou bem manjado do publico... Ressalvando alguns raros casos, mudam-se os rostos, mas no fundo no fundo, um participante quer imitar o estereótipo dos participantes das versões passadas e o programa acaba se tornando um mais do mesmo, um ar bem blasé.


Todavia, incrivelmente, é disso que, nós, pessoas, gostamos (acrescento eu, e não fico adstrito ao universo brasileiro, haja vista que o BBB é invenção holandesa, além de configurar um dos programas de maior sucesso em vários países, alguns até em edições bem mais avançadas que a nossa). Ou seja, acredito ser um elemento inato do ser humano esse prazer pelo voyeur, pela “espiadinha”, saber o que fazem nossos vizinhos, os participantes, para neles se identificar em algum comportamento semelhante, cujo qual nos envergonha demonstrar.


Pois bem, dito isso de forma breve, passo para a parte mais divertida da noite, que foi o Superpop. É, meus internautas, acreditem se quiser, o programa estava um barato. Não, não rolou ervas, nem nada do tipo. Houve sim uma discussão bem calorosa confrontando, de um lado, os adeptos do funk, e de outro, os rotulados como recatados, comedidos. Até um bispo tinha deste lado, condenando a vulgarização que ocorre no funk, o modo com que as “tchuchas” se vestem (?), as palavras sujas que os funkeiros mencionam... Que bizarrice! Nunca esperava isso do funk. Pensava que as “potrancas” eram todas comportadinhas, discretas, que não houvesse palavrões, incitações sexuais, nem nada do tipo.. Que ingênua esta criatura que vos escreve. Enfim, foi um bate boca danado! Algo merecedor de reprise (ou uma youtubada!)


-> Só para ficarem com gostinho da coisa, pincelei alguns comentários das "popuzudas" do funk e dos funkeiros. Apreciem a genialidade: “É da natureza do animal mamífero (sic) [aqui ele se referia a necessidade do homem] que vive em bandos ir atrás de várias fêmeas” – Mc. Catra (mamífero que alega ser pai de 17 [isso mesmo, DE-ZES-SE-TE, vc. leu certo, cidadão de mente tradicional] lindos filhotes alegres e pimpões).

Outra máxima: “Não é porque a mulher usa roupa curta que ela é vulgar” – Tatiana Gomes (da dupla Princesa e Plebeu)... Ah, e engulam esta: “Quem tem bunda faz o que quer” – Mulher Filé (Ela, por exemplo, deleita-se por ser uma verdadeira 'caixa eletrônica', já que em suas nádegas, suavizando o termo, diversos cartões de crédito são enfiados, numa metáfora de arrepiar Machado de Assis). Ora, ora, nota-se que o nível do debate foi estratosférico, só por esses trechinhos. Um show de farpas! Vulgaridade vs. Sensualidade; Religião vs. Funk... Podemos concluir que o debate rendeu. Rendeu boas gargalhadas, isso sim! ^^


** Salve o novo milionário, Max, com seu 1 milhão de reais e muitos novos bajuladores. Salve a saudosa Tati Quebra Barraco, com seu DAKO é bom... [não, ela não estava no Superpop, mas tive um estalo quando fui fazer o almoço hoje e me lembrei dela!]

quinta-feira, 26 de março de 2009

Brevidades..

A demanda foi às alturas!


-> Não descompensem, gente boa, pois até o final de semana estaremos de volta :D

quarta-feira, 25 de março de 2009

Degustação à mancheia

Hora extra!

A fornada de hoje será composta por um conjunto de recortes no mínimo curiosos e não menos interessantes.

A primeira leva de tira-gostos iniciar-se-á com os sócios de uma empresa que não sabem brincar. Vivem apelando, só pensam em ganhar... Afe! Atualmente, devido à hegemonia dessa empresa, é ponto pacífico alegar: “o Google é meu pastor...”

Enfim, eu que não ouso convidar esses caras a visitar este singelo espaço. No mínimo, eles iriam dar um jeito de revolucionar este local, montando uma mega rede de estabelecimentos iguais a este, só que com a agilidade Google de ser [tenho medo até de pensar!]... Então, bye bye, nerds do Google, vocês já fizeram demais pela humanidade ;P



Na segunda rodada de petiscos, colocamos uns temperinhos mais comuns, nada de extravagância, coisinhas simples que achamos nas plantações do Vale do Paraíba, por exemplo. E por falar no Vale >>


Para arrematar os acepipes de forma requintada, fomos até o litoral nordestino coletar algumas ervas das boas. Entretanto, eis o encontrado por lá >>


E por fim, se sua fome ainda não foi plenamente saciada, clientela gorda [desculpem a espontaneidade, não me controlei] – obesa, para deixarmos politicamente correto - fique com uma imagem forte e chocante. Logo, tirem as crianças das mesas, pois a censura deste estabelecimento passa a ser 18 anos a partir de agora!

Se os srs. não possuem estômago forte o suficiente, já aviso, não vejam a foto abaixo! - mas se tiverem muita curiosidade e vontade de ver, não há mal algum - O mínimo que poderá acontecer é vocês quererem imitar a arte da figura, se é que já não o fizeram um dia. Enfim, deixemos o sensacionalismo barato de lado e vamos direto ao ponto, ou melhor, à foto, a qual, diga-se de passagem, cairia bem naquela sessão "caçadores de mito" da Discovery :D

#música de terror, suspense#


Haja coração! "Uma imagem nunca antes vista na história dos caninos."

quarta-feira, 18 de março de 2009

Tetas, salada mista e o "puder"


Este lugar ainda está funcionando? Olá, alguém em casa?! Oi ..?




Alô, alô, minha velha e boa freguesia!! Minhas sinceras desculpas por sumir e deixar o ambiente assim, entregue aos ventos, sem ninguém para anotar o pedido ou para dar maiores satisfações. Foi um enorme vacilo deste humilde chefe, o qual passou esse período num “périplo europeu”, coletando o que tem de melhor, a nata, o supra-sumo do inconfundível “european way of life”, numa forçada de barra e de aromas. Aos poucos os senhores sentirão novos ares pairando no recinto.

E numa tentativa de remediar o deslize, deslize este pior que queimar arroz na panela, pior que “não fazer o bolo crescer”, vem o humilde chefe agraciá-los com uma anedota descontraída, porém que ocorreu recentemente com um cidadão de muito peso [não arrobas] no cenário brasileiro. Tomara que o causo sirva de consolo e possa ser um reinício de relação duradoura e inebriante. Sem mais demora, preparem-se, porque vai começar a brincadeira!



Se seu estômago falasse...

- Estômago: - Cara, manera aê com o que vai comer. Essa semana foi foda. Manda uns vegetais pra dentro, porque as coisas no intestino estão feias. Primeiro prato (800g): Arroz, feijoada, cupim, picanha, coração de galinha e tomate.

- Estômago: - Tá de sacanagem, né? Duas rodelas de tomate? E essas carnes mal-passadas? Pelo menos mastiga direito essa porra. Segundo prato (550g): Arroz, costela, picanha, alcatra e salada de maionese.

- Estômago: - Chega de carne, cara, não cabe mais nada aqui. Lembra daquela úlcera? Tá faltando pouco pra cicatriz abrir. Tu quer fuder com tudo, né? Manda um pouco de água. Bebida: Coca-Cola 600ml

- Estômago: - Seu imbecil, eu falei um pouco de água, merda!

- Eu: - Ué, Coca-Cola tem água. E ainda ajuda a dissolver a carne.

- Estômago: - Coca-Cola tem o inferno dentro, porra. Tá fudendo aqui com o suco-gástrico.

- Esposa: - Amor, com quem você tá falando?

- Eu: - Nada, não, tô pensando alto. Sobremesa: 300g de pudim.

- Estômago: - Eita porra, cabe mais nada não. Tá ouvindo?

- Intestino: - O que tá acontecendo aí em cima? Que zona é essa?

- Estômago: - O cara tá empurrando comida. Agora veio pudim pra dentro. Não sei mais o que fazer.

- Intestino: - Vamos mandar direto.

- Estômago: - O quê?!

- Intestino: - É isso aí, operação descarga.

- Estômago: - Cara, o cérebro não vai gostar.

- Intestino: - Foda-se o cérebro, ele nunca veio aqui em baixo pra saber como são as coisas.

- Estômago: - Vamos dar mais uma chance pra ele. Eu acho que ele não vai mais... Bebida 2: Cafezinho.

- Estômago: - Filho de uma puta!! Vou explodir.

- Intestino: - Operação descarga iniciando. Anda, libera o canal do duodeno que eu já tô conversando com o esfíncter.

- Coração: - Que que tá havendo aí embaixo? A adrenalina tá aumentando muito.

- Intestino: - Operação descarga.

- Coração: - Quem autorizou isso? O cérebro não me mandou nada.

- Estômago: - Foda-se aquela geléia! Nem músculo tem.

-Intestino: - É isso aê, foda-se essa géleia inútil. Vinte segundos pra abrir o esfíncter anal. Quero ver o ânus arder com esse suco gástrico.

- Esposa: - Amor, você tá passando bem? Tá suando todo, aonde você vai?

- Eu: - Preciso ir ao banheiro, urgente. Paga a conta e me espera no carro.

- Esposa: - O que você comeu pra isso?

- Eu: - Não sei... Mas, acho que foi o tomate!


PS: E é por essas e outras que o indefeso tomate tornou-se inimigo capital da personagem em questão. Personagem este que, fazendo um paralelo com a fartura de comida na anedota, passou a contar com uma série de regalias e benefício depois que assumiu o "Puder" e "mamou nas tetas". Bem, meus ilustres, não é muito difícil adivinhar quem seja o dito cujo...


* Desculpem se provoquei algum mal-estar, algum enjôo logo na volta, mas não poderia deixar passar em branco esta minúcia tão insalubre.